Unidad documental simple NE46830-01 - “Sobre as ruas do céu”, P&B, silencioso, c.1931-1933

Área de identidad

Código de referencia

BR BR RJLUPA 001-NE46830-01

Título

“Sobre as ruas do céu”, P&B, silencioso, c.1931-1933

Fecha(s)

  • 2015 (Agregación)
  • 1931 (Creación)

Nivel de descripción

Unidad documental simple

Volumen y soporte

Filme em 9,5mm (cópia de imagem). Intertítulos em português. Duração: 10’13’’. Metragem: 120 mts.

Área de contexto

Nombre del productor

Historia biográfica

A Universidade Federal Fluminense foi criada em 1960 com o nome de Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFERJ). Originou-se da incorporação das Escolas Federais de Farmácia, Odontologia e Direito (1912), Medicina (1926) e Medicina Veterinária (1936); agregou outras cinco, das quais três eram estaduais, a saber: Enfermagem (1944), Serviço Social (1945), Engenharia (1952), e outras duas, particulares, Ciências Econômicas (1942) e Filosofia (1947). Após serem federalizadas e incorporadas, essa união passou a ser denominada Universidade Federal Fluminense. A missão da UFF é produzir, difundir e aplicar conhecimento e cultura de forma crítica e socialmente referenciada.
O objetivo do Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual da UFF é apoiar as atividades de ensino, pequisa e extensão no campo da preservação audiovisual do Departamento de Cinema e Vídeo da UFF e colaborar na promoção e preservação do cinema amador do Estado do Rio de Janeiro.
A criação do LUPA – Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual é uma consequência do pioneirismo do curso de graduação em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF) no campo da preservação audiovisual, tendo sido o primeiro curso universitário no país a oferecer disciplinas optativas sobre o tema, a partir do ano de 2000. Posteriormente renomeada “Preservação, Memória e Políticas de Acervos Audiovisuais”, tornou-se uma disciplina obrigatória do bacharelado em Cinema e Audiovisual por exigência do corpo discente com a implantação do currículo novo, sendo regularmente ofertada como tal de 2005 em diante.
Em parceria com diversas instituições – em especial a Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, parceria histórica formalizada através de convênio assinado em 2016 –, o curso de cinema da UFF tem formado inúmeros profissionais no campo de preservação audiovisual, o que pode ser constatado pela presença de egressos como funcionários em diversas instituições de guarda, na direção de associações profissionais e à frente de pesquisas e projetos na área.
A criação do LUPA ocorreu em 2014, em meio à formulação das novas instalações do Instituto de Arte e Comunicação Social – IACS, no Campus do Gragoatá, sendo planejada uma infraestrutura que permitisse que as atividades de ensino, extensão e pesquisa no campo da preservação audiovisual pudessem ser oferecidas no espaço da própria universidade. Além de desenvolver as atividades de preservação audiovisual ligadas ao Departamento de Cinema e Vídeo da UFF, o LUPA foi criado com o objetivo de atuar como um arquivo de filmes universitário regional e temático, tendo como objeto o cinema amador do Estado do Rio de Janeiro.
Apesar das instalações do LUPA ainda não terem sido construídas, sua atuação teve início com o recebimento de doações de filmes amadores, nas bitolas 9,5mm e 16mm, realizados nas cidades do Rio de Janeiro e Teresópolis. Digitalizados na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, através do convênio da UFF com a Cinemateca do MAM-RJ, essas imagens foram apresentadas publicamente pela primeira vez na I Jornada de Estudos em História do Cinema Brasileiro, em agosto de 2017.
Essa foi a primeira divulgação pública do LUPA, dando início efetivo às suas atividades.
Seguindo nessa direção, o LUPA afirma seu compromisso em contribuir com a preservação do patrimônio audiovisual brasileiro, priorizando o cinema amador fluminense, e ampliando nossas atividades de formação e pesquisa neste campo.

Historia archivística

A criação do LUPA – Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual é uma consequência do pioneirismo do curso de graduação em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF) no campo da preservação audiovisual, tendo sido o primeiro curso universitário no país a oferecer disciplinas optativas sobre o tema, a partir do ano de 2000. Posteriormente renomeada “Preservação, Memória e Políticas de Acervos Audiovisuais”, tornou-se uma disciplina obrigatória do bacharelado em Cinema e Audiovisual por exigência do corpo discente com a implantação do currículo novo, sendo regularmente ofertada como tal de 2005 em diante.

Em parceria com diversas instituições – em especial a Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, parceria histórica formalizada através de convênio assinado em 2016 –, o curso de cinema da UFF tem formado inúmeros profissionais no campo de preservação audiovisual, o que pode ser constatado pela presença de egressos como funcionários em diversas instituições de guarda, na direção de associações profissionais e à frente de pesquisas e projetos na área.

A criação do LUPA ocorreu em 2014, em meio à formulação das novas instalações do Instituto de Arte e Comunicação Social – IACS, no Campus do Gragoatá, sendo planejada uma infraestrutura que permitisse que as atividades de ensino, extensão e pesquisa no campo da preservação audiovisual pudessem ser oferecidas no espaço da própria universidade. Além de desenvolver as atividades de preservação audiovisual ligadas ao Departamento de Cinema e Vídeo da UFF, o LUPA foi criado com o objetivo de atuar como um arquivo de filmes universitário regional e temático, tendo como objeto o cinema amador do Estado do Rio de Janeiro.

Apesar das instalações do LUPA ainda não terem sido construídas, sua atuação teve início com o recebimento de doações de filmes amadores, nas bitolas 9,5mm e 16mm, realizados nas cidades do Rio de Janeiro e Teresópolis. Digitalizados na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, através do convênio da UFF com a Cinemateca do MAM-RJ, essas imagens foram apresentadas publicamente pela primeira vez na I Jornada de Estudos em História do Cinema Brasileiro, em agosto de 2017.

Essa foi a primeira divulgação pública do LUPA, dando início efetivo às suas atividades.

Seguindo nessa direção, o LUPA afirma seu compromisso em contribuir com a preservação do patrimônio audiovisual brasileiro, priorizando o cinema amador fluminense, e ampliando nossas atividades de formação e pesquisa neste campo.

Origen del ingreso o transferencia

O conjunto de filmes, originalmente pertencente a um antiquário, foi doado ao LUPA-UFF em 2015. No início de 2017, através do convênio com a Cinemateca do MAM-RJ, esta solicitou à Cinemateca Brasileira a digitalização dos materiais, que foi realizada entre setembro e novembro de 2016.

Área de contenido y estructura

Alcance y contenido

Reportagem.

Descrição: “Reportagem sobre um cruzeiro aéreo de 15.000 km da Europa à América do Sul (Brasil, Argentina e Chile)”. Imagens mostram viagem do Graf Zeppelin da Alemanha, passando pelas Ilhas Canárias e Cabo Verde, até chegar ao Brasil, com avião depois seguindo para Argentina e Chile. São mostrados o hangar, o interior da cabine, imagens aéreas, a recepção ao Zeppelin no Rio de Janeiro e em outros locais.

Observação: Cartela de apresentação da Pathé Super. Provavelmente filme distribuído em formato Pathé Baby, talvez produção francesa.

Valorización, destrucción y programación

Acumulaciones

Sistema de arreglo

Área de condiciones de acceso y uso

Condiciones de acceso

Condiciones

Idioma del material

Escritura del material

Notas sobre las lenguas y escrituras

Características físicas y requisitos técnicos

Muitos riscos fotografados a partir do original.

Instrumentos de descripción

Área de materiales relacionados

Existencia y localización de originales

Existencia y localización de copias

Unidades de descripción relacionadas

Descripciones relacionadas

Área de notas

Identificador/es alternativo(os)

Puntos de acceso

Puntos de acceso por materia

Puntos de acceso por lugar

Puntos de acceso por autoridad

Tipo de puntos de acceso

Área de control de la descripción

Identificador de la descripción

Identificador de la institución

Reglas y/o convenciones usadas

Estado de elaboración

Nivel de detalle

Fechas de creación revisión eliminación

Idioma(s)

  • portugués de Brasil

Escritura(s)

Objeto digital (Ejemplar original) rights area

Objeto digital (Referencia) rights area

Objeto digital (Miniatura) rights area

Área de Ingreso

Materias relacionadas

Personas y organizaciones relacionadas

Tipos relacionados

Lugares relacionados